Blog

Descubra alguns pontos interessantes sobre as florestas Rohden!

A palavra “reflorestamento” tornou-se muito comum nos últimos anos. Mas você sabe o que ela significa? O que exatamente são as madeiras de reflorestamento e porque elas são tão importantes para a conservação do meio ambiente?

Neste artigo você vai entender melhor sobre as matérias-primas usadas para a fabricação das nossas portas e conhecer como são manejadas as florestas Rohden. Continue a leitura!

Florestas Rohden e a atividade de reflorestamento

Nossas madeiras advindas de reflorestamento são obtidas de florestas plantadas especialmente para essa finalidade. Ou seja, as árvores são plantadas e manejadas já com o objetivo de serem extraídas para uso comercial. E, depois, outras árvores são plantadas no mesmo local para dar continuidade ao ciclo.

Usar madeiras de reflorestamento na construção civil ou para fabricação de móveis tem inúmeras vantagens. Além do alto controle de qualidade, a plantação de florestas próprias evita o desmatamento de mata nativa.

Santa Catarina é o segundo estado brasileiro com maior área plantada de Pinheiro Americano, em primeiro lugar está o Paraná. Contamos com uma área plantada de floresta com estoque equivalente ao consumo de 13 anos e meio de produção.

Conhecendo o manejo das florestas Rohden

Uma boa floresta depende de 3 fatores principais: genética, sítio e manejo. Aqui vamos falar sobre o que buscamos para cada um desses fatores e como cuidamos das nossas florestas e da nossa madeira.

Genética

Nas florestas Rohden buscamos plantas com genética especial, que apresentem nas suas características: rápido crescimento; rusticidade (resistência a pragas e solos com baixa fertilidade); forma cilíndrica; galhos finos e com inserção aberta; baixo diâmetro de copa; sem tendência a bifurcação e boas propriedades físico-mecânicas.

Utilizamos plantas com origem do programa de melhoramento genético Rigesa (WestRock), o programa mais longevo e experiente do país. Realizamos testes com material clonal (clones) e também com materiais de outras origens, como mudas oriundas da Argentina.

Os testes são importantes, pois um mesmo material pode ter um bom desenvolvimento em um local e não repetir o desempenho quando levado a outro lugar. Além disso, nem todos os usos da madeira necessitam dos mesmos atributos.

Sítio (área de plantio)

Sítio (área de plantio)

O local de plantio deve considerar as condições mínimas para a floresta se desenvolver e produzir.

No entanto, existem alguns fatores limitantes. Solos encharcados ou que sejam periodicamente inundados, assim como solos muito rasos, com afloramentos rochosos, não permitem o crescimento adequado das árvores.

Ao escolher o sítio, também temos a preocupação de garantir um bom acesso – já que será necessário realizar o manejo, a colheita e o transporte, que muitas vezes dependem de máquinas grandes.

Manejo

O espaçamento é a primeiro fator a ser pensado quando falamos do manejo. Espaçamentos menores resultam em maior volume total por hectare e menor volume por árvore. Já espaçamentos maiores necessitam de mais intervenções de combate a vegetação competidora.

É importante lembrar que o espaçamento interfere na forma da árvore, então isso deve ser planejado cuidadosamente.

A poda também é uma etapa importante do manejo. A poda correta e no tempo certo influencia na presença dos nós. Tentamos evitar os nós da madeira, pois eles representam uma área de fragilidade mecânica e dificultam o acabamento. Além disso, a madeira perde a atratividade estética, embora outros nichos de mercado gostem da estética do nó.

A medida que a floresta vai crescendo, as árvores entram em concorrência, o que limita seu crescimento, então o desbaste é necessário.

Na Rohden, a colheita pode ser realizada por sistema mecanizado ou semimecanizado, e damos preferência à árvores de 20 a 25 anos, em média.

Após a colheita, a madeira é processada e tratada para evitar a proliferação de organismos xilófagos – seres que se alimentam de madeira (fungos, bactérias, cupins, brocas, etc).

A umidade da madeira tem relação com o quanto ela está suscetível ao ataque desses agentes. Com uma umidade de 0-20% a madeira está protegida, bem como com umidade superior a 80%. Porém, neste intervalo entre 20% e 80% de umidade a madeira está suscetível.

A Rohden utiliza duas técnicas distintas para garantir que a madeira permaneça com a umidade adequada: a secagem artificial ou o banhador.

O banhador é uma operação que consiste em manter a tora totalmente encharcada para evitar ataque de fungos manchadores ou outros organismos. A secagem artificial aquece e retira a água da madeira até que esta atinja teor de umidade abaixo de 10%.

Fixação de CO2 nas florestas Rohden

Fixação de CO2 nas florestas Rohden

Cada átomo de carbono se queimado ou decomposto, irá se associar a dois átomos de oxigênio, para formar a molécula de CO2. Considerando que o “C” corresponde apenas a 27,3% da massa molecular do composto, os 15 kg de carbono presente no Kit Porta Pronta, correspondem a 54,9 kg de CO2 não emitidos para a atmosfera.

E então?

Você viu que falamos sobre a questão do reflorestamento, sobre o que precisa para se ter uma boa floresta e também sobre a fixação de CO2 nas florestas Rohden.

Todos esses cuidados e ações que realizamos é com o intuito de não só movimentar essa cadeia produtiva, mas principalmente efetuar um consumo sustentável dessa matéria-prima. Nosso plantio próprio coopera com o meio ambiente fixando carbono e protegendo as florestas nativas.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se deseja conhecer todos os modelos de portas que fabricamos, clique abaixo e faça o download gratuito do nosso catálogo!

Catálogo Rohden Portas

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado